Hotéis e Pousadas
Companhias Aéreas
Direitos do Passageiro
Transporte de Animais
Extravio de Bagagem
Transporte de Animais
Viagem de Menores
Visto para Estrangeiros no Brasil
lugares mais incríveis do mundo













Porto de Galinhas 10x R$107,80 
Caldas Novas 10x R$56,80 
Cataratas do Iguaçu 10x R$57,80 
Natal 10x R$84,80 
Porto Seguro 10x R$49,80 
Fortaleza 10x R$88,80 
Gramado10x R$81,80







Projeto Brasil Radical http://spintravel.blogtv.uol.com.br/img/Image/Spintravel/2008/Agosto/turismo-aventura-brasil.jpg




 


Foz do Iguaçu
http://www.guarulhosagora.com.br/imagens/img_materia_ampliar/coluna_turismo_foz_iguacu.jpg






Cidade Inca - Machu Picchu Peru
 
 
 

CVC planeja aumento de 25% nas vendas deste ano e expansão pela América Latina

Aquisição pelo fundo de investimentos americano Carlyle vai permitir abertura de unidades em toda a região até 2020

 

Lilian Sobral

A operadora de turismo CVC anunciou hoje que planeja aumentar suas vendas deste ano em 25%, passando de 2 milhões para 2,5 milhões de passageiros transportados. “Queremos manter a faixa de crescimento de pelo menos 20% ao ano para atingir 30 milhões de passageiros transportados até 2014”, disse Valter Patriani, presidente-executivo da empresa. Para aumentar os negócios, o plano principal é aumentar os roteiros oferecidos, e as opções devem passar dos atuais 650 pacotes para 728. Os cruzeiros também vão aumentar, já que a companhia incluirá mais um navio em sua frota, passando de quatro para cinco transatlânticos. Outros fatores também devem ser positivos para a empresa e para o turismo brasileiro em geral, como explica o presidente-executivo. Segundo Patriani, há uma grande aposta no aumento de renda do brasileiro, por exemplo. “Nos próximos cinco, 50 milhões de brasileiros devem mudar de classe social e o turismo pode entrar no roteiro destes novos consumidores”, diz. Além disto, o executivo explica que a demanda por viagens pela Argentina deve se recuperar, já que o destino foi afetado pela epidemia de gripe suína no ano passado. Sem falar números, Patriani afirmou que o setor de turismo deixou de sentir os efeitos da crise financeira internacional.
A
CVC também anunciou um plano de expansão, que começará pela América Latina. A ideia é que até 2020, toda a área já esteja coberta por lojas da operadora. “Escolhemos a região porque é mais fácil começar a crescer pelos países vizinhos, já que o PIB destas economias deve continuar crescendo”, disse Valter Patriani.




O executivo não revelou porém quanto será investido na expansão e nem qual país será o primeiro a receber novas lojas. “O natural é que comece pela Argentina [onde a empresa já tem duas lojas], mas isto ainda não está definido”, disse.




A expansão vai ser possibilitada com a aquisição do controle acionário da CVC pelo fundo de investimento americano Carlyle, que em janeiro deste ano comprou uma participação de 63% na operadora.

A ideia é que estas unidades estrangeiras tenham a mesma gestão que as unidades brasileiras da CVC, porém, até os nomes devem ser diferentes e o turismo direcionado. “A intenção não é abrir unidades em outros países para trazer turistas para o Brasil. Se chegarmos até a Colômbia, por exemplo, queremos levar turistas colombianos para viajar dentro daquele próprio país e para outros destinos internacionais. Será a mesma forma de gestão, mas uma empresa colombiana”, exemplificou Patriani. 



































Image and video hosting by TinyPic


































Politica-Privacidade